Desafio das imagens — Three years;

Yay~
Pra compensar a demora nas postagens, mais um textinho da série "Desafio das Imagens" pra vocês.  


#4THBIRTHDAY~ resultados da enquete!

Olá meus queridos pinta-roxos! Como estão todos vocês? Como prometi nas duas postagens anteriores, venho por meio desta (pareço um dos meus professores lol) informá-los sobre os resultados da enquete de aniversário e devo dizer que fiquei feliz com as respostas e opiniões de vocês. É sempre bom ouvir/ler sugestões e ideias para serem colocadas em prática aqui no nosso Running.
Enfim, os resultados:

     
Com decisão unânime, o assassinato de 1993 e o trabalho de Lilly Rush e Scotty Valens para desvendá-lo, recebe o prêmio de melhor fanfiction do ano de 2013. Alice In Horrorland recebeu os mais variados elogios e críticas construtivas do nosso querido público. E a grande maioria espera que textos como este continuem a aparecer no blog e fico feliz por ter agrado (mesmo que alguns buracos básicos) logo na minha primeira história de investigação na vida. Thanks, guys.

     
Na escolha de novos gêneros para entrarem aqui no blog, Fantasia foi o mais escolhido, sendo seguido por Suspense e Drama empatados em segundo. Deu pra sacar que vocês se cansaram do romance, né? lol Não julgo, eu também estou um pouco saturada disso tudo, perdoo vocês. Informo que já andei pensando em umas coisas bem loucas diferentes para uma história de fantasia, mas ainda preciso de muita base pra escrever, ou seja, livros de aventura e essas coisas. Aliás, andei pensando em mitologia grega, acho que Diogo tem culpa no cartório. Ao suspense e ao drama, acho que estou quase lá, hein! Tenho uns draminhas por aqui e SEM ROMANCE. Deveria ganhar uma balinha pela iniciativa.

         
Então, eu fui obrigada a rir nessa parte, sério.  Recebi broncas do tipo "Tentar divulgar ele mais para mais pessoas fazerem, e você mesma fazer segunda rodada." sobre o projeto das imagens e até "Bom, sei que talvez demore, mas ainda aguardo Lemony. Sem mais." sobre uma fanficiton baseada em Desventuras Em Série. Mas tudo bem, eu estou acostumada com ambas as cobranças e já sei até quem são ambas as pessoas. Enfim, para o projeto Porão da Leitura, ficou decidido que teremos Indicações e Críticas de livros e fanfictions, sem spoilers de ambos! E sobre isso, apenas digo: POXA! Não entendo o problema sem spoilers (mentira, entendo sim), mas farei o possível para não estragar as coisas. Sério.

            
Na categoria novos temas as sugestões foram tão parecidas como água e vinho. Nerdcasts, história, música, roleplaying... as respostas variam muito e eu adorei isso, de verdade. Desde já aviso que um projeto para uma fiction com a Segunda Guerra Mundial como tema central já está sendo estudada em uma parceria com o Cara do Espelho, blog do Diogo. Na música, fico feliz em compartilhar do meu gosto musical, mas peço que vocês também me mandem bandas que curtem, para que assim o feedback seja melhor. E sobre História... CARA, ME ABRACEM! Sério, já postei aqui sobre Hitler e fiquei um tanto receosa sobre a opinião de vocês quanto à isso, afinal, nem todo mundo é fanático como eu pelo assunto e fiquei preocupada. MAS AGORA SÃO OUTROS QUINHENTOS, NÉ. Aguardem coisas com mil novecentos e bolinha por aqui, seus lindos.

Acho que... só?! É, só. Agradeço a todo mundo que votou/opinou e principalmente aos elogios que recebi por lá. Coisas como "Você escreve muito bem e tem muito talento, continue assim que você vai longe." ou "Bem legal a obra do conjunto, merece um ímã de geladeira pelo empenho." sobre o projeto de teasers e book trailer de First Love me fizeram sorrir de orelha à orelha. Então, obrigada meus queridos leitores! É tentando unir a minha vontade de escrever com a vontade que vocês têm de ler que o Just Running Away existe! Agradeço pelo feedback maravilhoso que nós temos e espero que vocês continuem por aqui em 2014. 

Fim da vida boa e texto novo!

Olha essa cadernetinha que a Ayra me deu, que coisa mais amor.

É oficial, as aulas começaram.
Esquecendo aquele discurso clássico de todo aluno sobre o fim das férias, eu realmente queria alguns dias a mais de descanso, mas a vida tem dessas coisas mesmo. Sobre a primeira semana a única coisa a relatar é: Calouros, muitos (e quando digo muitos, são muitos mesmo) calouros. Quanta gente novinha naquela faculdade e quanto menino bonito, isso eu preciso admitir. Descobri que terei a segunda-feira inteira do mesmo professor, mas graças a Deus são matérias diferentes, porque olha... se bem que o querido mestre dá uma viajada legal na aula, mas isso a gente releva. (E nem tive tempo de jugá-lo direito, então ignoremos a última frase)
Enfim, vamos falar do nosso mais novo texto e que não é uma fanfiction! Isso mesmo, pasmem. Apesar de ter tudo pra ser uma, o texto se trata de uma crônica. A ideia me surgiu ainda no início do segundo período, quando uma tragédia chocou grande parte da cidade. Um jovem de vinte e poucos anos sofreu um acidente de carro e acabou falecendo. Eu lembro que eu mal o conhecia, apenas de vista, como costumam dizer. Estávamos no ônibus rumo à faculdade, quando a notícia chegou. Duas grandes amigas dele entraram em pânico e eu me coloquei no lugar delas, o que eu faria se fosse algum dos meus amigos mais próximos. E depois de muito tempo pensando nisso, a ideia pra essa texto surgiu. Por mais que eu não tenha passado por isso diretamente, tentei ao máximo demonstrar o quão difícil é lidar com o sofrimento repentino que um acidente causa, não só na vítima, como também nos familiares e pessoas mais próximas. 
Don't leave us conta a história de Rainy e seu desespero ao saber que seu irmão mais velho Josh, sofrera um acidente e que estava em coma. É o tipo de drama que eu sempre quis escrever, mas nunca consegui êxito. É o tipo de texto dramático que eu sinto falta em demais sites de fictions, onde a maioria são apenas romances rompidos e seus sofrimentos. Anyway, sem mais delongas, fiquem com a crônica que (sem nenhuma novidade) me fez chorar ao escrever. 

Enfim, acho que só.
Logo menos eu volto, com os resultados do questionário que fiz antes
e algumas novidades pro blog durante esse ano. 
See ya.

It's time to go home.

Ok, podem me bater. Sei que eu mereço.
Prometi um diário de bordo sobre a viagem e até comecei, mas OLHA SÓ, desisti de terminá-lo, como boa parte das coisas que eu começo. Seria até estranho se eu terminasse, né? Well, já estou no meu solinho sergipano novamente, o que é bom e ruim por dois motivos óbvios: É bom estar em casa, é ruim ter aula na segunda. Pois é, mas uma coisa menos ruim é: Terceiro período, negada! Estou deixando o posto de noob calourinha pra trás. 
Mas então, a viagem! Acho que sensacional é a palavra certa. Matei a saudade que estava da minha mãe, conheci pessoalmente duas amigas lindassss, fiz altas compras, conheci lugares que sempre desejei, FUI AO STARBUCKS (fogos de artifício nesse momento, obrigada) dentre outras coisas maravilhosas que se pode fazer numa viagem, como por exemplo: Comprar livros na promoção, é claro. Coisas ruins aconteceram também como umas leves discussões com a minha progenitora, alguns planos não derem certo, cólicas e essas coisas todas. Maaaaaaas, no fim das coisas foi tudo maravilhoso. 

Sei que todas essas fotos estão no app do instagram, mas who cares.

Como todo mundo já deve ter notado, eu ainda não postei o último capítulo de First Love, pois é. E nem foi de propósito (talvez só um pouquinho), me perdoem por isso. Eu já escrevi, falta dar aquela revisada marota, umas mudanças - ainda tô achando que falta algo, pois é. Mas não se preocupem, logo ele ta aqui lindo e fresco pra vocês. Aliás, o projeto de quotes do aniversário do blog foi feito lá na página, vocês viram? Encontraram algum de alguma fic que não leram? Ainda vou postar mais, e é claro, espero vocês lá conferindo. hihi Que mais? Ah, então! Já computei todas as respostas daquele questionário que pedi lá um mês trás, lembram? Já já volto pra dizer qual foi a fanfiction do ano de 2013, quais os planos pra 2014 e as críticas e/ou opiniões que o Running recebeu por lá. 
Por fim, só peço que leiam o mais novo texto do parceiraço do blog, Cara do Espelho! É a segunda edição da série "Você" e não é só porque sou amiga/fã e protagonista do texto do Diogo, mas aquele.... sinceramente, eu chorei rios. Srsly, foi marcante demais, intenso demais, perfeito demais... Ai, chega. Fiquem com um trechinho deste pra vocês:

"Dona de um sorriso de lindo e enorme, uma garagalhada que vem do nada e te conquista, ela é tão sorridente que sorri com os olhos. Tem alma de criança, tanto que muitas vezes sinto que é uma menininha travessa que anda meio apavorada com o tal mundo dos adultos.

Lindo, né?Também achei! Para lerem, basta clicarem aqui e terão o prazer de ler algo tão bem feito e o mais importante, feito com carinho. Bem, eu vou ficando por aqui! Tenho um texto bem diferente da maioria que já fiz esperando pra vir pra cá, so... just wait, guys. 
See ya~