[Colaboração] O maior presente;

19:19


Fomos criados perfeitos a imagem e semelhança do Criador, porém o pecado manchou o homem, e como consequência veio sofrimento, dor e morte. Estávamos Condenados a ter uma existência eterna de tormento, longe de Deus.
Para mudar esta história, o Criador tinha um plano, mas precisava de um ser perfeito que assumisse o lugar do homem pecador. Alguém tinha que morrer porque na lei Divina, sem derramamento de sangue, não há remissão de pecados. Entre as criaturas, ninguém seria capaz, pois todos foram contaminados pelo pecado do primeiro homem.

Na terra não havia ninguém. Nos céus, talvez um Anjo, um Arcanjo, um Querubin...

O Criador olhou para seu Filho Unigênito e disse: É você Filho, só você… só você é capaz, você vai deixar o trono por um tempo, vai descer à terra com a missão de salvar o homem que criamos, mas há um preço muito alto, meu Filho!

Eu sei pai, preciso me esvaziar de todo meu poder, não poderei usar a minha força Divinal, nem usar os Anjos ao meu favor. Não serei adorado, não terei honra, irei nascer de mulher e ser motivo de escândalo, membro de família pobre, de uma cidade pequena, serei perseguido, fugitivo, incompreendido, insultado, escarnecido, caluniado, levado aos tribunais como mal feitor, preso mesmo sem achar em mim culpa alguma, condenado a morte como um bandido de alta periculosidade. 

Passar pela morte.

Diante de uma grande multidão, sentirei minha respiração diminuir aos poucos, meu sangue gotejando, manchando a terra e purificando corações,  antes do último suspiro eu pedirei que perdoe cada criatura...

Pai...

Se possível afasta de mim este Cálice, contudo que seja feita a tua vontade.

É realmente um preço muito alto, Pai, mas por obediência a ti e por amor ao homem que criamos, eu vou. Para salvá-lo da condenação eterna, do poder das trevas, para purificá-lo  e telo para sempre conosco,

Eis-me aqui!

Este é o meu Filho amado, em quem tenho todo prazer. Eu estarei contigo Filho, todo instante, você é mais que vencedor. Quando terminar sua missão te darei a mesma glória que sempre teve, um Nome que é sobre todo nome.

Para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai.




Escrito por: Rogério Santos.
 _______________________________________________________________________
Rogério Santos, entre 40 e 50 anos, mas num sou velho não, viu?! Representante comercial, radialista, escritor quando dá certo e pai da dona desse blog! Já fui poeta um tempo, mas o tempo agora é outro que me falta. Ah, tempo danado! 

Leia Também:

2 comentários

  1. O que nos deixa triste hoje é pensar que esse presente dos céus hoje continua sendo vendido mundo a fora a grosso e a retalho por todos os preços e em todos os padrões de ouro amoedado, com apenas uma diferença. Os novos negociadores não se enforcam depois de vendê-lo. Apreciei a escrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perdão a demora para responder seu comentário, acabei não vendo a notificação dele :( Mas sim, infelizmente o evangelho pregado por muitos hoje está deturpado. O que nos alegra é a fé nEle e saber do primeiro amor, do que realmente importa. Obrigada pelo comentário! :D

      Excluir

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG

ACOMPANHE NO INSTAGRAM: @APENASFUGINDO