Poesia de sábado — Declaração;

17:31


DECLARAÇÃO


Te curti no Facebook, te segui no Twitter, marquei suas fotos no Instagram,
Te visitava todas as noites no seu whatsApp,
Já entrei em vários grupos só para te encontrar.
Certamente imagina meus pensamentos, suspeita dos meus sentimentos, e sabe onde eu quero chegar.
Te convidei para um evento, pra um almoço, um jantar ou coisa e tal.
Você disse, sei lá, quem sabe um dia, e noutro dia, disse: um dia vamos marcar.
Por um tempo esperei sua resposta,
mas na verdade quando realmente se gosta,
Não há tempo, nem  distância; não há muito o que pensar.
Um jantar seria ideal, um ambiente especial
Pra te falar o que diz meu coração,
olhando nos teus olhos irradiantes.
Seria um momento sensacional,
viajar no teu sorriso deslumbrante,
Acariciar suas bela mãos.

Mas o amor é mesmo um mistério,
Queremos ser amados com a mesma intensidade que amamos alguém,
Mas quando este alguém não tem o mesmo sentimento por nós, é verdade dói!
Mas, eu sei,  é sério,
É difícil para o outro também.
As vezes até parece  desprezo,  ingratidão,
Mas fazemos o mesmo para com quem não sentimos atração.
Tem alguém morrendo de amor por nós nesta mesma intensidade, oh!
Mas tudo são coisas do Amor ou da paixão,
Como diz os jovens,  a química não rolou.
Já disse um poeta, “Foi tudo culpa do amor”
.
Sabe,  eu sei que entre nós pode não  rolar,
Pode não ter almoço, nem jantar.
Mas aqui neste nosso encontro quero  te dizer:
Quero confirmar suas suspeitas,
realmente gosto muito de você,
Quando te vejo, meus olhos brilham,
meu coração dispara com destino ao seu,
Não consigo evitar, é muito forte dentro de mim.
És muito especial, um tanto assim:
Gosto de tudo em você:
Seus olhos atraentes, sua boca bem desenhada,
O detalhe no nariz,  seu jeito no  cabelo, seu queixo é uma graça.
Do seu modo de se vestir,
parece que foi pra mim,
Da maneira de falar,
Esta voz doce e suave, que me acalma,Faz bem a minha alma.
E sua elegância no andar?
Seu comportamento, seu caráter,
admiro sua fé.
Seu pudor, sua moral, como trata as pessoas, é assim que você é!
E sempre será pra mim, alguém muito especial.
Não posso tocar suas mãos, seus cabelos, ver o piscar dos seus olhos, nem ouvir tua voz.
Mas vejo sua foto no perfil, o silêncio  diz que não há nada entre nós.
Eu sei, você ficou sem palavras.
O que fazer? O que dizer, diante de uma declaração como esta?
NADA!
Já sei a resposta:
Pra mim é NAMORO!
Pra você AMIZADE!
Agora sim, você está digitado………
Posso ver seu sorriso desenhado em apenas uma letra repetidamente: “k”
Mais uma vez digitando……………………
Agora você diz:
  • Muito obrigada querido!
  • Quanto carinho, fiquei sem palavras!
  • Você é um ótimo amigo!
  • Vou precisar sair agora, até mais!
  • Tchau!
Foram essas suas palavras, foi vapt e vulp; vulpt e vapt.
E assim foi o nosso encontro, mais uma vez na Praça do WhatsApp.

 
                                      Escrito por: Rogério Santos
                                          23.01.2016

 _______________________________________________________________________

Rogério Santos, entre 40 e 50 anos, mas num sou velho não, viu?! Representante comercial, radialista, escritor quando dá certo e pai da dona desse blog! Já fui poeta um tempo, mas o tempo agora é outro que me falta. Ah, tempo danado! 

Leia Também:

0 comentários

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG

ACOMPANHE NO INSTAGRAM: @APENASFUGINDO