Poesia de sábado — O amanhã;

16:01


O AMANHÃ

Vida… Oh vida!
Doce mentira da ilusão de se viver, sobre uma certeza incerta do amanhã.
Amanhã que se torna hoje, hoje que foi ontem,
Ontem que é sempre passado, Passado que constitui uma história.
Mas tudo, é um mero momento, um instante que logo passa, que se renova sucessivamente.
Um capítulo que se escreve cada dia, um livro que se completa no último momento, o amanhã.
Cada capítulo, cada instante, cada minuto, sinto como se fosse o último, o amanhã.
Se eu sofrer, se eu chorar, porque entristecer?
Amanhã é outro dia, posso já não existir…
Mas olhando o meu ontem, se verá que um dia eu amei, eu fui feliz, eu vivi.
As vezes em meio a tantas lágrimas é possível sorrir.
A noite, fria, escura, tenebrosa, desencadeia um amanhecer brilhante, oportunizando o raiar do Sol em um dia de esperanças. São enigmas da vida…
A vida é um punhado de dias que viaja por determinado tempo,
E nós vamos juntos, conduzindo ou sendo conduzidos.
O importante é agradecer pelo ontem e viver o hoje, porque o amanhã pertencente aquele que nos deu a vida.

Só nele podemos ter verdadeira esperança e vivermos realmente o amanhã, quando acordarmos da morte e contemplamos, finalmente o AMANHÃ nos braços do pai eterno, aquele que é o ontem, o hoje, o amanhã e sempre será.



Escrito por: Rogério Santos.
12.03.1992

 _______________________________________________________________________

Rogério Santos, entre 40 e 50 anos, mas num sou velho não, viu?! Representante comercial, radialista, escritor quando dá certo e pai da dona desse blog! Já fui poeta um tempo, mas o tempo agora é outro que me falta. Ah, tempo danado! 

Leia Também:

2 comentários

  1. Texto lindo demais, muito inspirador. O verso "A vida é um punhado de dias que viaja por determinado tempo" é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Clara! Obrigado pelo seu comentário, fico lisonjeado por você ter se identificado com o texto.
      Apareça mais por aqui, quando for escrever, vou lembrar do seu apreço.
      Abraços!

      Excluir

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG