Poesia de sábado — Encontro casual;

17:39


ENCONTRO CASUAL


Foi apenas um encontro casual, mas causou grandes mudanças em minha vida.
Não ficamos, mas você nunca saiu de mim,
Sempre me encontro
procurando um jeito de novamente te encontrar.
Não sei seu nome; não tenho seu contato, como ir ao seu encontro?
Dizem que um raio não cai duas vezes em um mesmo lugar, mas o que tem a vez? Não me interessa, não procuro raio, eu só procuro você.
Seus olhos, sempre encontro perdidos no meu olhar, seus labios, sinto-os colados aos meus, até que percebo-me só.
Olhando pela janela, vejo você vindo ao meu encontro pelo jardim, longo jardim, que você se perde e já não te vejo mais.
Volto a cama e meu corpo finalmente se encontra com o seu, por longas horas nos amamos, eu nem acredito, até os raios de Sol penetrarem o vidro da janela e perceber entre os meus braços…
Um travesseiro.
Vou te encontrar…
Levantar-me-ei deste leito de sonhos e irei ao teu encontro.
Onde te encontrar?
Onde te encontrei!
Onde te encontro cada instante, cada momento.
Nos sonhos, na lembrança, no desejo, no pensamento.
Voltarei ao mesmo lugar que te encontrei,quem sabe você esteja lá tentando me encontrar….


                                            Escrito por: Rogério Santos

                                                20.02.2016

 __________________________________________________________________________
Rogério Santos, entre 40 e 50 anos, mas num sou velho não, viu?! Representante comercial, radialista, escritor quando dá certo e pai da dona desse blog! Já fui poeta um tempo, mas o tempo agora é outro que me falta. Ah, tempo danado!

Leia Também:

2 comentários

  1. Adoro o fato de que sempre que estou lendo o poemas do Sr. acabo pinçando uma lembrança ou outra. Eles trazem sempre uma vivência com as palavras. E esse não foi diferente, a delicadeza e beleza daqueles encontros ao acaso e a frustração de sonhos reais demais pra a sanidade mental de qualquer um. Adorei mais esse <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Priscila! Fico feliz que minhas poesias tragam essa nostalgia em você. E mais ainda que gostou tanto deste, fico realmente grato.
      Obrigado!

      Excluir

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG

ACOMPANHE NO INSTAGRAM: @APENASFUGINDO