Poesia de sábado — Meus dois amores;

17:25


MEUS DOIS AMORES


É uma grande verdade que não podemos amar dois Senhores, pois haveremos de amar mais a um e menos ao outro, e confesso, eu amo só um, o maior de todos, o Todo Poderoso.
Mas no âmbito humano, eu admito que amo duas mulheres, e consigo ter a mesma intensidade de carinho com ambas. E o interessante, não há ciúmes entre elas, não há concorrência, até são amigas! Sinto que me amam muito, cuidam de mim, se preocupam comigo, me dão presentes, f azem declaração de amor. Há eventos que participamos nós três juntos, existe uns que fico com uma e aqueles que fico com a outra. É maravilhoso nosso relacionamento, e olha, eu não devo, não posso, não quero e não vou escolher entre uma e outra, viveremos assim até que a morte nos separe e tomara que demore bem muito, com a graça de Deus, claro com a graça de Deus sim! Ou você acha que Ele não aprova nosso relacionamento? Olha não tire conclusões precipitadas, aguarde e confie, no final você verá que tenho razão. Somos uma família abençoada por Deus, há muita harmonia entre nós três, é claro que já as fiz chorar, já fiz raiva à elas, mas eu sou o cara, sempre consigo ter o perdão, o carinho e atenção das duas, é certo que também já me fizeram chorar e as vezes temos momentos desagradáveis, mas quem não tem? Se a vida a dois já é difícil, imagine a três…

Mas nós trabalhamos bem o perdão, e como nos amamos, tudo fica mais fácil e claro, a bondade de Senhor tem sido conosco. Só tem uma coisa que não posso fazer:  casar com nenhuma das duas!
Mas tudo bem! Não  é possível, nem preciso, nos amamos assim mesmo.
O curioso é a diferença de idade entre elas, representam duas gerações, E veja que coisa, fazem aniversário na mesma semana, a mais nova, completou vinte e um anos dia trinta de março, e a mais velha fez oitenta e quatro dia primeiro de abril, o que complica é que são dois presentes.
São estas minhas duas mulheres, são estes meus dois amores:


  • MINHA MÃE HELENA
  • MINHA FILHA THIARLLEY

Amo vocês!

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Escrito por: Rogério Santos

 ____________________________________________________________________________
Rogério Santos, entre 40 e 50 anos, mas num sou velho não, viu?! Representante comercial, radialista, escritor quando dá certo e pai da dona desse blog! Já fui poeta um tempo, mas o tempo agora é outro que me falta. Ah, tempo danado!

Leia Também:

0 comentários

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG