Indicação #10 — 'Gelo Negro' Becca FitzPatrick;

Título: Gelo Negro
Autora: Becca FitzPatrick
Tradução: Viviane Diniz
Páginas: 302 páginas
Editora: Instrínseca
Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira de Teton com a melhor amiga, mas não estava pronta para enfrentar a violenta nevasca que as pegou de surpresa no caminho. Ao procurar abrigo em uma cabana isolada, elas conhecem dois homens atraentes e dispostos a ajudá-las. Pelo menos é isso que as duas acham. Criminosos foragidos, eles as fazem reféns. Para se salvar, Britt vai ter que ajudá-los a fugir em segurança, apesar do frio e da neve. Mas, durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, o que de início é uma ameaça, pode se tornar a salvação. 

         A compra desse exemplar foi bem inusitada e não-pensada. Certo dia, ao abrir a página inicial do skoob para atualizar algumas leituras, deparei-me com um anúncio da Saraiva, indicando um livro em promoção, custando apenas DEZ REAIS. Com um nome que remetia ao suspense, uma descrição que me deixou num misto de curiosidade e receio, uma autora que, até então, eu não conhecia, a tentação foi mais forte e eu decidir comprar. Se, no fim das contas, o enredo se mostrasse ruim, eu presentearia, faria um sorteio aqui no blog, deixaria largado na estante. Então, eu me arrisquei.
        

         Já dizem que ações não-pensadas, as vezes, são as melhores, não é mesmo?



         Ao começar a narrativa, as primeiras doze páginas me deixaram tensa, agoniada, desesperada pela resolução do caso que se mostrara, em poucas páginas, incrível. Porém, ao chegar no primeiro capítulo, um preconceito quase me fez deixar a leitura de lado e concordar com meu eu do passado para largar o livro. Talvez por conta de experiências com algumas fanfics – principalmente as primeiras que escrevi e li – não simpatizo com narradores em primeira pessoa, sempre acho que deixa a desejar na abrangência de detalhes da ação e dos acontecimentos, já que se resume ao olhar de uma única personagem.

         Porém, eu ainda estava intrigada com a história de Lauren e desejosa de saber sobre o seu desfecho. Não seria uma implicância com o narrador que me faria desistir. E foi assim que, em dois dias, dormindo tarde e acordando mais cedo que o previsto, parando apenas para refeições e extremas necessidades, que eu chegaria ao fim da complexa história que ligava Britt e Lauren, duas garotas totalmente distintas, porém, com imensa bravura.

         O enredo é sensacional. Confesso que, nos primeiros capítulos, a história me pareceu adolescente demais, com problemas que não mais me agradavam em uma leitura. Mas, ao avançar nas páginas, o desenvolvimento da narrativa ganhava maturidade. Era como se o leitor amadurecesse junto de Britt, que cresceu uns cinco anos em apenas alguns dias, diante dos fatos.

         Sobre o romance: NÃO É SÍNDROME DE ESTOCOLMO. Isso martelou muito na minha cabeça, fiquei nervosa o tempo inteiro, brigando internamente comigo por causa disso. No final, percebi que estava errada e que, de fato, não era. As circunstâncias eram complicadas, nosso olhar defensivo nos faz analisar por outro ângulo. Mas é um alívio perceber que, sim, não se tratava de síndrome de estocolmo.

         A reviravolta do final é incrível, pois, assim como Britt, percebemos que as pessoas não são como dizem ser. Acho que foi essa a intenção da autora quando escolheu Britt para ser a narradora da história, assim, o leitor teria a sua perspectiva e entenderia a situação como a personagem compreendeu. Dessa forma, a reviravolta pareceu maior, mais alarmante e, é claro, melhor.


         Gelo Negro foi um investimento barato, regado de dúvidas, recheado de mistérios bem pensados e bem elaborados. Uma leitura fluída, rápida, com linguagem adequada e personagens cativantes. 
4 comentários
  1. O livro parece ser ótimo <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, moça! O livro é muito bom, se tiver a oportunidade de ler, leia! :D

      Muito obrigada, fico feliz em saber disso. E seja bem-vinda! :D
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa! Só R$10?????? Que achado! Muitos dos meus livros favoritos eu também comprei nessas promoções maravilhosas Hahaha O livro parece ser muito bom, me interessei pela história :)

    Beijos e bom feriado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra você ver, menina! HUAHAUHA É uma coisa boa, né? Quando a gente arruma esses achados baratinhos, a vida fica até mais linda.

      Sim, a história é boa, depois lê e me diz o que achou! :D

      Beijos e bom fim de semana.

      Excluir