Mês de aniversário — análise dos nossos textos part. 3

18:22



         A penúltima parte da nossa comemoração de aniversário já está pronta! Os últimos quatro textos referentes ao ano de 2013 com suas respectivas análises e comentários! Queria dizer que estou adorando fazer isso tudo, é visível a forma como a minha escrita evoluiu desde “O Carinha do Call Center” até “room13” que foi o último texto postado, no ano passado. Muito divertido fazer essa auto avaliação de textos e super recomendo pra quem tem o hábito de escrita, sério! Mas então, vamos as análises:


A ideia me surgiu por conta de um plot de rpg real life que eu fiz. Minha personagem no jogo teve alguns problemas com uma pessoa. De início coloquei esses problemas só pra dar um drama na história dela mesmo, mas aí, em meio as duas horas de viagem pra casa (essa vida sofrida de estudante :/) me fizeram pensar em um jeito de resolver esses problemas dela com o... cara. Bom, ficou bem curtinha e fiquei muito feliz porque eu consegui fazer um certo "mistério" entre a personagem principal e a outra pessoa. Texto autossuficiente, sem a necessidade de explicar pré e pós cena; Narração em evidência, diálogos pouco explorados; Sem o uso de coloquiais ou gírias; Narrador onipresente, mas com foco inicial na personagem principal apenas; Boas descrições de espaços e sentimentos; apresentação de personagens na medida.

Quem leu disse...
Thaïs simoes 1 de setembro de 2013 21:14
Não posso ler nada com Orgulho e Perdão, eu só DESABO a chorar!
Eu achei fofíssimo o desenvolvimento. Achei bastante real, bastante bonito. De verdade. Eu te disse várias vezes que sua escrita melhorou muito, não tava brincando!
Parabéns.

Essa daqui, na verdade, foi um surto de inspiração por conta de algo bem bobo. Eu passeava pelas informações do After School e acabei descobrindo que a Raina/Hyerin (conhecidíssima por aqui pelo seu nome de nascença) tinha trabalhado em uma cafeteria chamada ‘The coffee bean and Tea leaf”, antes de se tornar trainee. Passei um tempo com isso na cabeça e resolvi escrever. Mudei um pouco e escrevi com foco no personagem masculino e acabou sendo uma das coisas mais fofas que fiz! A parte mais engraçada é que passei horas no google maps tentando ver ruas, pontos de ônibus, metrôs e afins da Coreia para que pudesse fazer algum sentido na história. Texto bom. É descritivo e fiel à realidade do espaço apresentado; Apresentação de personagens na medida; Linguagem formal e sem uso de coloquiais; Narrações e diálogos em equilíbrio; Estilo apresentado como “fluffy” por ser romance meloso.

Quem leu disse...
Ayra 14 de janeiro de 2015 07:32
Que Amorzinho de fic!!!!!!!! Sossss
Muito agradável de ler, e os personagens são muito adoráveis
Quem diria que de "um café e um chá" resultaria em algo tão doce assim, mas nem tão meloso ou enjoativo. Dá até aquele gostinho de querer mais, não deixaria de cogitar em pedir por uma continuação sobre a história desses dois!
Como sempre, Thilinda sempre sabendo nos encantar com suas escritas ❤♡

Mais uma daquelas escritas de uma vez só e no susto. Estava sem nada de muito interessante pra fazer e, no facebook, chamei a Priscila pra um desafio simples, escrever algo uma pra outra em menos de uma hora. Acabou sendo mais um romance/drama clichê com uma pegada mais séria que “Please, be mine” o que, de fato, deixou-me um pouco mais orgulhosa do que a anterior. É o clichê sobre viagens que deveriam separar um casal. Sobre o que os outros pensam e seus julgamentos desnecessários sobre algo que não é da conta deles. Texto bom; Narrações e diálogos em equilíbrio; Apresentação de personagens feita no decorrer do texto; Não há necessidade de explicar pré e pós cena, o enredo em questão sendo auto suficiente para isso; Linguagem formal, uso de coloquiais dispensado.

Quem leu disse...
Lívia · 60 semanas atrás
Parabéns pela fic, eu achei linda ! E faço minhas as palavras das outras que comentaram fazia realmente muito tempo que não lia fics, por falta de tempo e voltar a ler começando por uma tão bem escrita quanto a sua, só me faz ter vontade de ler mais e mais.*

First Love / Happy birthday, love (spin-off) — 2013/2014
Ai, esse meu xodó, dono do meu coração! Bom, de todos os meus textos, esse foi o que eu mais me empenhei (e me empenho) para que ficasse exatamente como eu queria. Foi também um dos meus maiores projetos, onde fiz fotos teasers e um trailer de vídeo, com a ajuda de alguns amigos que toparam ser as vozes dos meus personagens! First Love conta a história de Hyerin e Henry (tá aí porque eles são meu fc favorito), um casal que era apaixonadinho quando criança, mas por conta da vida, precisaram se afastar e, com isso, esquecendo um da existência do outro. Entretanto, bastou que um desenho daquela época aparecesse, para que um interesse fora do comum surgisse em Henry e o rapaz decidisse procurar pela sua amada de infância. Texto autossuficiente; Por ser o mais longo presente aqui, possui características bem trabalhadas como apresentação de personagens, espaço e demais; Enredo mais detalhado; Tempo cronológico com presença de flashbacks ao longo do texto; Narração e diálogos em equilíbrio, com narrador onipresente; A narrativa decai um pouco, tornando-se informal algumas vezes.

Quem leu disse...
Eloh 3 de março de 2014 18:07
[...]
Então, como toda a história, gostei sim do final ^^Não tem nenhum plot-twist mirabolante (como Henry ser um androide e matar Hyerin pra pegar algum órgão dela), nem um happy ending de contos de fadas, com juras de amor eterno e blablabla.. gostei pq ficou um final romântico leve, simples, com seu lado cômico, pra um romance leve, simples e com seu lado cômico. A.k.a, ornou com o enredo e o ambiente.
Pode até soar óbvio, mas nem todo mundo consegue isso. As vezes pensam que está ficando chato e aí começam a inventar coisas que não cabem na proposta construída até então, acabando por ferrar a história toda.. mas enfim, vc entendeu..rs
Outra coisa, os personagens. São bem legais cara, bem reais, fazem a gente se envolver com a história.. me diverti com os três amigos, Peter Jones aparecendo pra fazer folia, as mães conspirando a favor, catando fotos e preparando cenários.. a recepcionista do NCI, pobre pessoa frustrada kkk
Enfim, tudo ficou bem legal.. vc me fez gostar de um romance cara, não tenho mais nada a dizer x]


_________________________________________________________________________________________________________
*Comentário retirado do site lollipopfics, onde a fic fora postada.
No próximo, e último post, trarei “Don’t leave Us”, “The good soldier”, “Three years” e “room13”.

Leia Também:

2 comentários

  1. Caso eu ainda não tenha te dito, fique sabendo que adoro suas histórias autossuficientes. Gosto mto de como essa sua alma de contista nos joga no meio da roda e vai elucidando a situação, daí chega o clímax - seja ele bem "valeeei-me o forninho" ou ".. chega, e agr?" - em que a senhorita solta os poderes e sai, mas não sem antes fechar tão bem como iniciou.
    Só ressaltar que a gente super se envolve com os sentimentos e o mistério bem bolado de "I Still Love you", mto legal cara ^^
    "Coffe'n Tea" é daqueles tão reais que parece até que vc viu acontecer e só narrou. É sim uma gracinha de fluffy, sempre me divirto imaginando a moça sorrindo kkk
    Agora o que dizer dessa saga que bem conheço e imagino pacas? Pq sério, First Love is the new black /o/
    Todo seu empenho é refletido nessa delícia de história, temperada com um pouco de tudo. Até esse toque de informalidade ocasional que vc citou acerca da narrativa é bem apreciado, porque não deixa a leitura pesada. E oh, sem mais, pq se eu for começar a falar de Hyenry/P.Jones e Cia, dá umas três bíblias e meia enciclopédia ilustrada x]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. . . . O que dizer desse google que acabou de me fazer perder um comentário? Ê farofa.

      "em que a senhorita solta os poderes e sai" mas oxi, eu não jogo meus poderes e saio, eu dou uma divada antes, que isso. n HAUHUSHAUSHUH
      O que eu acho mais amor em I still love you é praticamente todo mundo que leu ficou meio "MAS COMO ASSIM??" AUSHAUSHAUH é engraçado fazer esses mistérios e o mais legal é que todo mundo caiu ❤ E sério que você gosta de "Coffee'n Tea"? Pensei que você achava too much fluffy e não ia com a cara, sl. AHSUAHSUAH
      MAS SIM, O QUE DIZER DESSA SAGA QUE É INFINITA NAS NOSSAS MENTES? ❤❤❤ Mano, te contar que ontem eu estava imaginando umas outras coisas, tipo, formaturas, eventos, natal, essas paradas. E ai meu core, eles são muitos lindos, cadê, alguém contrata e faz uma sitcom disso porque gente ❤❤ E sim, se a gente for ficar falando dos Lau&Jones a gente faz mais uma cinco sagas só de planos 8D

      Excluir

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG