Resenha #80 — 'Eu te serviria meu coração com vinho branco'; Rute Ferreira


Com um título poético e capa que transparece a ligação de Rute Ferreira com a arte, 'Eu te serviria meu coração com vinho branco' é uma coletânea de doze contos que são tudo menos previsíveis. O livro, publicado em formato físico pela Editora Voz da Mulher, é a primeira publicação da autora de modo tradicional.


Eu te serviria meu coração com vinho branco Rute Ferreira

Natural do Maranhão, Rute é formada em Teatro pela Universidade Federal do Maranhão e especialista em História da Arte e a veia artística vai além da capa, presente em cada conto, seja de forma explícita ou não.


Se engana quem analisa a obra pelo título e capa. Sim, temos poética em todas as histórias aqui apresentadas, mas não de um jeito comum. Rute surpreende. Como disse a ela em conversas ao longo da leitura, este não é um livro para devorar de uma vez. Ao final de cada conto, você se vê refletindo, inserindo-se naquele enredo tão curto, mas tão profundo.


Eu te serviria meu coração com vinho branco Rute Ferreira

É complicado escolher um conto para chamar de favorito, mas, ao meu ver, dois precisam de destaque: "Os jardins", que inicia este livro com maestria; e "O Hotel" que mescla o pertencimento e o desespero de modo muito peculiar.


Leia também: Escritora maranhense homenageia Lima Barreto em obra intitulada ‘A Estranha Mania das Abelhas’


Dá para notar que sou suspeita para falar deste livro, mas garanto que a opinião aqui exposta é autêntica. Passei por um período muito longo de ressaca literária e, por se tratar de históricas curtas, tentei essa obra. E foi a melhor coisa que fiz. Rute nos prende, nos envolve, nos surpreende e nos impacta de um modo que, para ser sincera, poucas pessoas conseguem. 


Para além da resenha, o post de hoje uma retrospectiva um tanto quanto pessoal e emotiva porque, afinal, quem dita as regras deste blog sou eu.


Conheci 'Eu te serviria meu coração com vinho branco' ainda como um ebook, em 2021, quando comecei o projeto Nordeste Divulga no twitter para divulgar autores nordestins (se você não sabia deste fato, fica aqui a informação). Rute Ferreira foi uma das primeiras a aparecer na DM e sempre contribuiu com seus links, retweets e likes. Mas Rute não sabia quem eu era e nós conversamos e rimos em meio a esse meu anonimato não planejado.


Leia 'Apenas Fugindo: o livro' uma coletânea de contos e crônicas publicadas aqui no blog


Com o anúncio do livro sendo lançado pela Voz da Mulher em formato físico, Rute me avisou pela DM e disse:


E obrigada mesmo. Seu trabalho é muito importante pra divulgação da nossa literatura. E eu vou fazer questão de te enviar um dos exemplares reservados para o booktt 😍🥺


Sendo sincera, não imaginei que o ND traria algo assim, fosse a gratidão dela, o livro como presente ou a amizade de nasceu. Como já nos seguiamos no Instagram, resolvi expor quem eu era e Rute, como eu já sabia, se mostrou a pessoa incrível que ela é. Que alegria poder conhecê-la através de sua obra e poder ter feito parte de 'Eu te serviria meu coração com vinho branco', mesmo que de forma indireta.


Eu te serviria meu coração com vinho branco Rute Ferreira

Este livro é uma reflexão, um alento, um afeto, uma dor, uma análise. Este livro reúne várias sensações e, bem, nada representa melhor a literatura em sua mais pura essência do que isto: nos envolver ao ponto de questionarmos seja a nós mesmas ou o que está a nossa volta.


Já leu? O que achou?
Conta pra mim!

0 Comentários