Desafio das imagens ― Não foi sua culpa;

12:39


Nas primeiras semanas de aula, foi passado na disciplina de Linguagens e Mídias (Alô titio Varoni) uma espécie de "Desafio das Imagens ao vivo", onde o professor nos mostrou algumas imagens e nos pediu para descrevê-las com uma palavra, frase ou um pequeno texto. De início, eu nem  pensei em publicar aqui, mas Titio Varoni insistiu que eu colocasse, então tá aí! É curtinho, se comparado as demais imagens que eu descrevi. A fotografia apresentada é do fotógrafo Henri Cartier Bresson (1908-2004).



 A qualidade da imagem tá péssima
 porque a vida quis assim.

         O beco estava escuro, aparentemente era sem saída. Sentado a beira da calçada havia um homem. De meia-idade, os braços ao redor das pernas e o queixo apoiado nos joelhos. Os olhos vazios fitavam o chão, mas sua mente se encontrava ocupada buscando respostas. “Não foi sua culpa”, pensava ele ao lembrar-se do caos que estava o lugar que um dia chamara de lar, quando partira. “Não foi sua culpa”, repetia diversas vezes, como se daquela maneira pudesse fazer da frase uma verdade.
         Foi então que inesperadamente, um filhote de gato apareceu.
         Procurando por carinho, o animou parou a sua frente e o encarou. Os olhos grandes e dóceis eram fixos na figura humana e pareciam lhes dizer alguma coisa. Um sorriso pequeno surgiu nos lábios do homem.
         “Não foi sua culpa” ecoou novamente em seus pensamentos. 

Leia Também:

2 comentários

  1. Se eu estivesse na sua sala quando foi lida esta descrição, também faria "ooooohh" kkk
    Sério, é todo um sentimento contextualizado à uma percepção de mundo, e ainda aquela caramelada de imaginação. Já dizia Seu Zé da Tv, "Quem sabe faz ao vivo" x]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é tão enxamista quanto o povo lá da sala, 'tá ligada, né? ASLKDJSLAKJ
      Que coisa linda de ler, fico feliz que tenha gostado! :3

      Excluir

ATENÇÃO:

O conteúdo aqui postado é de responsabilidade de seus respectivos autores e fica proibida a reprodução de qualquer publicação sem o consentimento dos mesmos e/ou sem os devidos créditos, sendo considerado PLÁGIO.

ARQUIVO DO BLOG

ACOMPANHE NO INSTAGRAM: @APENASFUGINDO