Análise Interpretativa: 'You end, and me' Raina 1st Single



         Foi lançado, na madrugada dessa quarta-feira, 8 de outubro, o MV para a música “You end, and me” da cantora Raina, integrante do grupo coreano After School e líder do subgrupo Orange Caramel. O ano de 2014 tem sido um dos mais cheios para a artista já que contou com dois retornos do subgrupo, a colaboração com o rapper San-E e agora o seu primeiro solo, além das apresentações e atividades japonesas com o After School.
         Membro da terceira geração do grupo, Raina debutou em Abril de 2009, junto da integrante Nana nas apresentações da música ‘Because Of You’. De início, Raina não fora totalmente aceita pelos fãs, pois muitos alegavam que ela não fazia o estilo do grupo, apesar de portar uma das melhores vozes já ouvidas entre intergrantes e ex-integrantes. A aceitação tardou a acontecer e fora preciso muito desempenho para conquistar playgirlz and boyz ao longo dos retornos do After School. Hoje, após cinco anos como membro do grupo, Raina teve seu debut como solista.  É a segunda integrante a conseguir uma estreia solo, já que a primeira aposta da Pledis Ent. foi a ex-integrante do grupo, Park Kahi. Traremos então uma análise da história do videoclipe.



A faixa-título do Single Digital, ‘You end, and me’ foi uma colaboração com o rapper Kanto, que conta a história de uma mulher que não sabe o que fazer após o término do seu relacionamento aparentemente duradouro e estável. É possível notar uma postura mais madura da própria Raina, diferente da qual se foi apresentada nos videoclipes desse ano, como Catallena e My copcat. Os ângulos iniciais são semelhantes aos do vídeo da colaboração com San-E, A midsummer night’s sweetess, só que dessa vez sem a divisão da tela em duas partes. Os cenários como ruas, praças, flores e elementos da cozinha do apartamento da principal, são demonstrados como parte introdutória. A tonalidade das cores varia de acordo com o ‘humor’ da personagem na cena em questão: Seu cabelo, por exemplo, está em vermelho mais vivo nos flashbacks com o namorado. Já nas cenas em que está em casa, pensativa ao escrever sua carta, o cabelo está mais opaco, com a cor desgastada. Além do céu  completamente nublado nas imagens finais do vídeo, enquanto nos momentos de lembrança o sol aparece forte. O que causa a conotação de que a estação climática passa pela mesma transição que a personagem, dando a entender que o momento vivido é o outono. Não há ordem cronológica dos fatos, a história segue uma linha desorganizada, onde o início pode ser interpretado como o fim da ‘história’ dela com o rapaz, por conta de sua expressão e, é através de suas lembranças e flashbacks que o enredo passa a ser contado e explicado.  Não há também cenas da cantora cantando, todo o vídeo tem foco no enredo e poderia ser claramente nomeado como ‘Drama version’ por conta disso.  As cenas finais demonstram incerteza: ao que Kanto termina seu relacionamento com Raina e a deixa sozinha à mesa com as mãos nos cabelos, a cena seguinte mostra a mesa do seu apartamento em que a principal esteve antes, intacta: Com o caderno, bilhete e caneta sobre ela, entretanto sem a presença da mulher. O que facilmente poderia ser conotado como um bilhete suicida, escrito durante todo o desenrolar do vídeo. 

E, pra quem ainda não viu o vídeo, só dar aquela conferida:
0 comentários
Postar um comentário