Resenha #57 — 'Heroínas Negras Brasileiras: em 15 córdeis'; Jarid Arraes

Como já falei lá no Instagram, o blog Apenas Fugindo faz parte do Time de Leitores 2021 do Grupo Companhia das Letras. Fiquei muito feliz em “voltar” a fazer parte do time, que integrei em 2019, e você pode conferir as resenhas dos livros recebidos na aba PARCERIAS. O livro de hoje foi o primeiro recebido da parceria em 2021 que integrou uma campanha muito legal lá no Instagram. Vamos de resenha?

Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis Jarid Arraes

Título: Heroínas Negras Brasileiras: em 15 cordéis
Autora: Jarid Arraes
Páginas: 175 páginas
Editora: Seguinte

SinopseEm nova edição, esta coletânea resgata ― e celebra ― a memória de quinze mulheres negras que marcaram nossa história, em formato de cordel. Talvez você já tenha ouvido falar de Dandara e Carolina Maria de Jesus. Mas e Eva Maria do Bonsucesso? Luisa Mahin? Na Agontimé? Tia Ciata? Essas (e tantas outras) mulheres negras foram verdadeiras heroínas brasileiras, mas pouco se fala delas, seja na escola ou nos meios de comunicação. Diante desse apagamento, há anos a escritora Jarid Arraes tem se dedicado a recuperar ― e recontar ― suas histórias. O resultado é uma coleção de cordéis que resgata a memória dessas personagens, que lutaram pela sua liberdade e seus direitos, reivindicaram seu espaço na política e nas artes, levantaram sua voz contra a injustiça e a opressão. A multiplicidade de histórias revela as mais diversas estratégias de sobrevivência e resistência, seja na linha de frente ― como Tereza de Benguela, que liderou o quilombo de Quariterê ― ou pelas brechas ― como a quituteira Luisa Mahin, que transmitia bilhetes secretos durante a Revolta dos Malês. Este livro reúne quinze dessas histórias impressionantes, ilustradas por Gabriela Pires. Agora, cabe a você conhecê-las, espalhá-las, celebrá-las. Para que as próximas gerações possam crescer com seu próprio panteão de heroínas negras brasileiras. Conheça a história de: Antonieta de Barros - Aqualtune - Carolina Maria de Jesus - Dandara - Esperança Garcia - Eva Maria do Bonsucesso - Laudelina de Campos - Luisa Mahin - Maria Felipa - Maria Firmina - Mariana Crioula - Na Agontimé - Tereza de Benguela - Tia Ciata - Zacimba Gaba.

Escrito por Jarid Arraes e com prefácio de Jaqueline Gomes de Jesus, “Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis” visa resgatar a memória de mulheres negras brasileiras que foram e são exemplos de luta e resistência. Do meu ponto de vista, quando se fala sobre negritude no nosso país, além de se focar em pouquíssimos nomes já conhecidos, em sua maioria a ser mencionada, são homens. Mas e as mulheres? Quem são as mulheres negras, além de Dandara, que fizeram história no Brasil?

Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis Jarid Arraes

Trazer os relatos da trajetória dessas mulheres é crucial para compreendermos a pluralidade feminina existente dentro do movimento negro. As pessoas se habituaram a nos enxergar como uma pessoa só; por que pensar em representatividade negra se nós já temos Lázaro Ramos e Taís Araújo na TV? Isso já não é o bastante? Fico feliz que tenha perguntado porque, bem, não é. Lázaro e Taís são ótimos, mas a comunidade negra é plural, diversa, com vivências das mais variadas. 

Leia também: 'Na Minha Pele' de Lázaro Ramos

Neste livro, Jarid Arraes apresenta a multiplicidade de estratégia e resistência que, até hoje, é sinônimo da vida de mulheres negras no Brasil e no mundo. Relembrar as mulheres brancas que fizeram história e tiveram parte importante para a garantia de direitos para as mulheres brasileira é ótimo, mas elas não são as únicas. Nomes como Zacimba Gaba, Mariana Crioula, Maria Firmina dos Reis e Tereza Benguela quebram o estereótipo por anos nos ensinado de que os negros escravizados eram submissos e aceitavam de bom grado o sofrimento que lhes era imposto. Houve luta, houve resistência, houve revolta.

Heroínas Negras Brasileiras em 15 cordéis Jarid Arraes

Para além disso, a história conta em cordel deixa a leitura fluída, rápida. Foram poucos dias até que eu finalizasse a leitura. No entanto, isso não diminui a importância do livro, na verdade, deixa ainda mais interessante. É história, pelo que é relatado, e história, pelo cordel, unidas, a fim de espalhar e celebrar as heroínas negras brasileiras.

Gostou do livro? Compre aqui!

Recebi o livro como parte da campanha #CompartilheLeiturasFemininas que já compartilhei lá no Instagram. A editora mandou dois exemplares do livro e um já está nas mãos de Priscila Santos, do blog Lírios ao Mar, que é tão parte deste blog, quanto é na minha vida. E você, já indicou uma autora brasileira hoje?

Já conhecia o livro? O que achou?
Conta pra mim!

13 Comentários

  1. Sensacional! A gente sabe de pouquíssimas figuras que fizeram parte da história, quando na verdade existiram tantas outras que trouxeram mudanças do mesmo jeito, só não receberam a devida importância.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Precisamos sempre resgatar essas histórias e valorizá-las. :)

      Beijos <3

      Excluir
  2. Muito bom! Curioso desde já pela leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você já sabe que o meu exemplar está mais do que disponível, né? HAHAHA

      Beijos, amigo!

      Excluir
  3. É um livro incrível, é muito bom ler um livro que fala sobre mulheres que fizeram história, esse livro é magnífico, fiquei bastante curiosa pelo livro bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucimar! Sim! É importante conhecer as mulheres que fizeram história no nosso país, principalmente as mulheres negras!

      Beijos

      Excluir
  4. Olá, Tudo bem?
    Não conhecia esse livro mas fiquei curiosa:)
    Muito Obrigada
    Bjs Karina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karina! Que bom que ficou curiosa! Se ler, depois me fala o que achou :)

      Beijos

      Excluir
  5. Que bacana esse livro, ainda não conhecia, mas parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luisa! É lançamento da editora Seguinte desse primeiro semestre de 2021! Que bom que gostou!

      Beijos

      Excluir
  6. Tema super importante e até em alta no momento. Adorei a capa, dá vontade de ler =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Caroline! Sim, por conta do BBB, o tema voltou a ser discutido! :)

      Beijos

      Excluir
  7. Oi?
    Cara que lindas fotos :) adorei conhecer e ler essa resenha

    ResponderExcluir